banner Deyvison
HOME JUNTO COM VOCÊ NOTÍCIAS FOTOS VÍDEOS CONTATO


NOTÍCIAS
Menina de 4 anos morre após ser torturada dentro de casa; padrasto e mãe são presos 18/04/2020 às 20:07:35

As investigações que apuraram a tortura seguida de morte de uma criança de quatro anos em Uberaba, no Triângulo Mineiro, foram concluídas pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), nessa quinta-feira (16). O padrasto e a mãe da vítima foram presos pelos crimes e já se encontram acautelados.

A vítima faleceu no dia 7 de abril, no Hospital das Clínicas (Hospital Escola), onde estava internada após ser vítima de agressões físicas cometidas no âmbito familiar. “Segundo apurado, a criança vinha sendo constantemente agredida pelo padrasto e mãe, a qual, além de perceber outras agressões, marcas de roxos e outros hematomas pelo corpo da menina, se mantinha inerte”, explica o Delegado responsável pelo inquérito, Armando Papacidero Filho.

De acordo com os depoimentos e laudos reunidos no procedimento policial, o casal humilhava a criança com falas de que iria dar um fim na mesma, que era “burra”, “custosa”, e além disso aplicavam castigos desnecessários, como a colocar de pé em frente à parede por várias horas. Em razão das agressões, a criança também não se alimentava e era trancada do lado de fora da residência enquanto o padrasto voltava a dormir.

Segundo informações da equipe médica do Hospital Escola, corroboradas pelos exames realizados pelo IML, a vítima teve três rompimentos no baço, líquido intestinal, além de ar e sangue na cavidade abdominal, ruptura do baço, sangramento de mais de dois litros, juntamente com líquido intestinal, ruptura da parede anterior do estômago (o que indica trauma sofrido na parte frontal do corpo), ruptura do cólon transverso, hematomas de flanco esquerdo (o que indica trauma na parte posterior do corpo), a presença de fezes na cavidade abdominal há mais de 12 horas e que as feridas eram crônicas, ou seja, haviam feridas cicatrizadas (mais antigas) em cima de feridas mais recentes.

Foi apurado também que pelo estado do baço da criança, e o sangramento ativo, foi necessário um atendimento médico de quatro horas, o qual ocorreu por volta das 23h do dia 6 de abril, concluindo-se que a lesão no baço teria ocorrido por volta das 18h do mesmo dia.

Em outras declarações colhidas na Delegacia de Polícia Civil em Sacramento, na nessa quinta-feira (16), a mãe da vítima atribui a morte da filha ao companheiro dela, a quem, segundo ela, tanto confiou. Ela justificou, contudo, que se incluiu como autora também dessas agressões, de modo a proteger o companheiro.

Ao ser preso, o padrasto alega que empurrou a criança, a qual teria batido a barriga na quina da cama, e que, em dado momento, após ela insistir para que brincasse com ela, ele se irritou e desferiu um soco na cama que acabou por acertar a costela da vítima.

“Tanto o homem quanto a mulher foram indiciados pela prática do crime de tortura e tortura seguida de morte, sendo os autos encaminhados à Justiça local para as demais providências, permanecendo os indiciados presos no Sistema Prisional, à disposição da Justiça”, concluiu o delegado.



rede


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
POSICIONAMENTO SINTSEPMI_
06/05/2020 às 11:54:41 CONQUISTAS DO ACORDO COLETIVO

Menina de 4 anos morre após ser torturada dentro de casa; padrasto e mãe são presos
18/04/2020 às 20:07:35

VIRALIZOU_ Itabirana inventa uma nova forma de se proteger do Coronavirus.
18/04/2020 às 14:32:08

Sem conseguir UTI, técnica em enfermagem de 30 anos morre com suspeita de covid-19
18/04/2020 às 12:41:22

Em meio a grave crise da pandemia o Prefeito de Itabira, Ronaldo Magalhães, nomeia cargos para ganhar mais de R$ 2 mil
17/04/2020 às 18:29:08

VEJA ISSO _ Jovem ganha R$ 15 milhões na loteria após ser demitido por conta da pandemia
17/04/2020 às 17:45:22

Hospital usa contêiner para armazenar corpos após vídeo com mortos ao lado de pacientes em UTI
17/04/2020 às 17:22:32

E-mail: contato@juntocomvc.com
Fale Conosco

© Junto Com Você 2020. Todos os direitos reservados. Webmail